Mudanças no Dia Mundial da Obesidade evidencia a necessidade de conscientização do problema

Mudanças no Dia Mundial da Obesidade evidencia a necessidade de conscientização do problema

A Comissão de Campanhas da Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia (SBEM) e o Departamento de Obesidade informam que a World Obesity Federation (WOF) alterou a data do Dia Mundial da Obesidade para 4 de março. A data adotada até 2019 foi 11 de outubro, quando muitas atividades pelo país aconteciam e contavam com a divulgação em todas as Regionais da SBEM.

Segundo o informe solicitado pelo Dr. Mario Carra, presidente do Departamento e pela Dra. Mariana Guerra, representante da Comissão de Campanhas, a decisão da WOF pretende unir outras atividades de prevenção ao redor do mundo, como o European Obesity Day e o National Obesity Care Week.

O curso de nutrição promoveu ações variadas em escolas e no pátio do Centro Universitário do Vale do Araguaia (UNIVAR) destacando a mudança desta data tão importante para conscientização da problemática mundial. É importante destacar que com o excesso de peso outras patologias surgem, o que chamamos de comorbidades, como diabetes e hipertensão. A obesidade já foi considerada um problema de saúde pública e deve sim ser tratada como uma patologia clínica que envolve ações multiprofissionais com médicos, nutricionistas, psicólogos e educadores físicos.

No mês de outubro do ano passado um estudo revelado pela Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) mostrou que 25,4% das mulheres brasileiras são obesas, e 18,5% dos homens do país também são obesos. O estudo que é baseado em critérios da Organização Mundial da Saúde (OMS) tem levado preocupação, uma vez que o Brasil tem atingido números de países ricos como os Estados Unidos.

Por este motivo a prevenção é a melhor estratégia para o combate a obesidade.

Juntos somos mais fortes!

Deixe seu comentário

× Chamar no Whats!