Docente de agronomia do UNIVAR defende a preservação da Amazônia

Docente de agronomia do UNIVAR defende a preservação da Amazônia

Por Joice Gonçalves

Matéria produzida em parceria com o  agrônomo Me. Vinícius Marca.

As terras brasileiras compreendem uma área total de mais de 8 milhões de metros quadrados. O território  é composto por diversos biomas e vegetações que dá a principal floresta do país o nome “pulmão do planeta”. A amazônia é considerada a maior floresta tropical do mundo e compreende o maior dos seis biomas do Brasil. A conservação do solo dessa floresta reverbera em vários aspectos físicos e econômicos, tanto no Brasil quanto fora dele. Segundo a National Aeronautics and Space Administration (NASA), os ventos do deserto do Saara são importantes fertilizadores da floresta auxiliando inclusive  na expansão da flora.

Embora exista essa unanimidade dentre os cientistas sobre a importância da amazônia para o mundo, um dos temas que poucos compreendem é que a proximidade da linha do equador faz com que o clima seja tropical úmido. Isso interfere diretamente na formação dos solos da região que em relação aos demais são mais profundos .

Segundo o agrônomo  e docente Me. Vinícius Marca, o agronegócio tenta de forma sustentável usar a área em mais de um plantio anual para não desmatar tanto.  O ex-ministro da agricultura Blairo Maggi apresentou em 2017 um estudo que comprova que no Brasil existe um território compatível em tamanho ao dos Estados Unidos  e não possuí nem metade da área agricultável que eles possuem.

Professor Me Vinícius Marca, bombeiro militar e docente no UNIVAR.

Em período de pandemia [ instaurada no mundo desde março de 2020] como este que vivenciamos no Brasil, a importância da agricultura é ressaltada por manter não somente a alimentação, mas a economia de pé.

“Se formos pensar de forma mais ampla, a cura do novo coronavírus pode estar na Amazônia, por ela conter uma das maiores biodiversidades do mundo”, afirma o agrônomo.

Neste último domingo (10) foi comemorado o dia do campo, essa data reforça a importância do cuidado do solo, da biodiversidade e da importância de práticas sustentáveis. Segundo dados da Secretaria de Relações Internacionais do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (SRI/Mapa) esse setor representa 5% do Produto Interno Bruto (PIB) do país.

Além de movimentar o setor da agricultura, os campos e biodiversidade do país corroboram para a economia das cidades com o chamado ecoturismo. Essa modalidade de exploração das espécies e matas detém importantes moldes para o auxílio à preservação.

 

Deixe seu comentário

× Chamar no Whats!