WhatsApp-Image-2021-08-27-at-15.54.45-1-1
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Por: Michele Faifer

No dia 20/08, o Prof. Dr. Bruno Fernando do curso de fisioterapia e a Profa. Esp. Eyd Evelyn de nutrição, juntamente com a acadêmicas do 2º semestre de nutrição Alice Pontes, Rose Britto, Camila Gemmer e as acadêmicas do 8º semestre de fisioterapia, Ranny Almeida e Claudia Debastiani, realizaram no Centro de Reabilitação da cidade de General Carneiro – MT, a avaliação fisioterapêutica e nutricional em pacientes diabéticos.

A Professora Eyd, atua também como nutricionista na saúde pública na cidade de General Carneiro, desta forma, observou a quantidade de pacientes diabéticos e viu a necessidade de iniciar o projeto “Avaliação nutricional e da sensibilidade periférica de pacientes diabéticos”.

“Temos muitos pacientes diabéticos na cidade de General Carneiro e resolvemos fazer uma parceria entre a nutrição e fisioterapia. A nutrição atuando em palestra de educação alimentar e avaliação nutricional e a fisioterapia na conscientização e prevenção sobre os riscos de uma das maiores complicações da diabetes que é a neuropatia diabética”, destacou Eyd Evelyn.

Dr. Bruno Fernando explicou: “a neuropatia diabética é uma das principais complicações da diabetes, caracterizada pela degeneração progressiva dos nervos, que pode diminuir a sensibilidade ou causar o aparecimento de dor em várias partes do corpo, sendo mais comum nas extremidades como as mãos ou os pés. Além disso, ela pode levar ao aparecimento de várias alterações nos pés dos pacientes diabéticos, como feridas que não cicatrizam e que podem levar a infecções, podendo evoluir até para amputações quando não tratado corretamente”.

Durante a avaliação as alunas de nutrição realizaram avaliação antropométrica e anamnese alimentar. Elas também explicaram e conscientizaram a respeito das complicações e os cuidados na prevenção do pé diabético.  Já as acadêmicas do curso de fisioterapia realizaram uma avaliação detalhada sobre a saúde dos pés dos pacientes diabéticos, avaliando a força muscular, flexibilidade, sensibilidade superficial e da capacidade funcional desses pacientes.

Além de contribuir com o conhecimento e experiência das acadêmicas que participaram do projeto de pesquisa, os dados coletados poderão ser utilizados para diagnosticar possíveis alterações relacionados a diabetes, além da conscientização sobre os cuidados com os pés e o acompanhamento nutricional desses pacientes.

A especialista Eyd Evelyn, finalizou: “essa foi a primeira visita, esperamos realizar novamente, não somente em General Carneiro, mas também em outras cidades do Vale do Araguaia, com o objetivo de conscientizar todos os pacientes diabéticos sobre os riscos relacionados a essa patologia”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *