Capa-farmacia
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Por: Michele Faifer

Acadêmicos e docentes do 5º ano de Farmácia do UNIVAR em conjunto com o CRAS de Aragarças realizaram na manhã do dia 29/06, uma ação com os idosos abordando a temática: “Respeito não envelhece”. O objetivo foi passar informações sobre o respeito e a violência contra idosos, assim como orientações com os cuidados e bem-estar da pele na terceira idade.

Na ocasião também foram coletados dados sobre uso de medicamentos para acompanhamento farmacoterapêutico, aferição de níveis pressóricos e medidas antropométricas. Os dados têm a finalidade de pesquisa contemplando os projetos: “Rejuvenescer – a saúde como prioridade” e “Acompanhamento farmacoterapêutico na melhor idade – uso racional de medicamentos em idosos”, desenvolvido pelo curso de farmácia.

A Professora Giseli Amaral explicou: “Para o desenvolvimento do Projeto Acompanhamento farmacoterapêutico na melhor idade, coletamos alguns dados e vamos realizar um acompanhamento com os idosos que estavam presentes no evento até o final do ano. Iremos verificar os medicamentos que eles usam e as interações medicamentosas que podem ocorrer. O projeto irá colaborar com a melhoria da glicemia, pressão arterial e com melhoria na qualidade de vida dos idosos”.

A Professora Carolina Carnicel contou sobre a ideia do Projeto Rejuvelhecer: “esse projeto foi um presente nas minhas mãos, pois foi ideia dos alunos. Eles queriam participar de um projeto que atendesse a população idosa. O objetivo do Projeto Rejuvelhecer é falar e ensinar os idosos sobre os cuidados que devem ter com a pele. Pensando nisso, os acadêmicos sob supervisão dos professores manipulam produtos no laboratório do UNIVAR e distribuem aos idosos que participam do projeto. Desta forma, além dos acadêmicos aprenderem a manipular produtos eles também ensinam os idosos a forma correta de utilizá-los”.

A Professora Raniana Cecilia Fratari complementou falando sobre a importância do curso de estética no projeto: “nos outros anos o curso de estética participou realizando corte de cabelo e cuidados com a beleza. O curso de estética também representa cuidados com a saúde, antes ele era visto apenas como uma vaidade, hoje não, pois ele remete a autoestima. Grande parte da terceira idade tem problema com depressão e cuidar da beleza interfere na autoestima, a partir do momento que o idoso começa a ter uma rotina de cuidados com a pele e com a sua aparência, ele passa a ficar até mais feliz. A união desses dois projetos aos idosos proporcionará resultados incríveis”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *